Vou começar com uma reflexão sobre a origem da vida para entendermos, segundo estudos da Neurociência, como surgiu o ser humano e o poder de perceber e mudar a realidade onde vivemos. Isto possibilitará o entendimento de como programar sua mente para que você possa conquistar os resultados que você deseja e não esperar que os problemas aconteçam para que você aja no sentido de evitar os maus sentimentos que esses problemas produzem em você.

Vamos começar literalmente do início de tudo, entendendo a origem da vida.

Há milhares de anos, apenas as bactérias habitavam o planeta. Durante alguns milhares de anos mais essas bactérias se reuniram e surgiu o primeiro organismo unicelular. Estes organismos unicelulares possuíam núcleo, citoplasma e membrana e no núcleo havia uma estrutura de DNA que determinava o tempo de vida desses organismos. O interessante é que esses organismos unicelulares tinham uma espécie de instinto que os faziam interagir com o meio buscando sobreviver o máximo que sua estrutura de DNA os permitia. Estes organismos começaram a se aglutinar e alguns milhares de anos depois começaram a surgir os primeiros organismos complexos, os organismos pluricelulares.  Esses organismos por mais milhares de anos foram se juntando de inúmeras formas diferentes, formando toda a espécie de seres vivos, com estruturas de tecidos, órgãos.

Desde então a mesma tendência pela sobrevivência, pela evolução tem acontecido ao longo de toda a existência.

Os próprios neurocientistas avaliam como impressionante e fantástico o mecanismo de sobrevivência e busca pelo máximo de sobrevivência, mecanismo esse já existente nos organismos unicelulares desde os primórdios da existência da vida.

Esses organismos sofreram transformações e mudanças dando origem há inúmeras formas de vida. A mais impressionante e fantástica transformação e evolução que aconteceu foi o surgimento dos humanos.  As células se organizaram em tecidos, os tecidos em órgãos complexos com suas funções específicas. Neste processo de evolução surgiu um tipo de célula diferenciada das outras, células que tinham a habilidade de emitir sinais elétricos que influenciavam e estimulavam as outras células. Surgiam os neurônios.

Por meio de sinais elétricos que viajam pelo corpo, todas as células e consequentemente órgãos do corpo humano são estimulados pelos sinais elétricos dos neurônios. Este complexo mecanismo chamado ser humano evoluiu e surgiu a consciência humana que permite a percepção do que acontece tanto interna como externamente ao ser.

Isso é possível porque no cérebro é criada uma cópia do que acontece em cada parte do corpo humano e atua no sentido de manter a vida o máximo possível atuando no sentido de curar uma doença, curar quando nos ferimos, enfim manter a integridade do ser humano.

Da mesma forma, o cérebro copia o que acontece ao nosso redor, criando a reprodução do que nossos olhos, ouvidos, tato, olfato e gustação captaram do meio, formando a nossa representação desta realidade.  Perceba que é uma realidade virtual, apenas a nossa percepção do que existe e não exatamente o que existe.

Perceba que a evolução por milhares de anos deste instinto divino de sobrevivência e manter o bem precioso da vida foi evoluindo, está presente em todos os seres vivos e em especial no ser humano surgiu esta dimensão que chamamos de mente consciente onde percebemos a realidade que foi copiada por esta rede fantástica formada por neurônios e assim podemos atuar no sentido de modificar nossa realidade.

E qual a influência disso tudo nos dias atuais de nossas vidas?

Quando sentimos dor ou mal-estar porque algo está errado no nosso organismo, iremos agir no sentido de tomar providências para resolver o que está prejudicando nosso ser.

Quando algo vai mal, percebemos isso por meio do incômodo e mal-estar do que aconteceu.  Nesses casos somos forçados a mudar, criar melhorias, ou seja, ações no sentido de produzir novos resultados que tragam bons sentimentos na nossa vida.  Por exemplo, quando algo não vai bem, podemos procurar um curso de aperfeiçoamento, procuramos ser melhores profissionais, buscamos ser melhores pais, procuramos comunicar nossas ideias de forma clara para evitar conflitos, enfim, sentimos que temos de mudar algo para melhorar os resultados para nos sentirmos melhor.

Lamentavelmente, a grande maioria das pessoas esperara este alerta de mal-estar para tomarem uma providência para buscar melhoria.

A minoria das pessoas que têm resultados extraordinários se prepara antes, criam melhorias em si mesmo, na sua forma de agir, nos seus sentimentos, na sua saúde, na sua performance e assim experimentam bem-estar físico e mental que permitem que tenham resultados diferenciados em suas ações e assim experimentam bem-estar em suas vidas.

Finalizando esta reflexão, quero lhe fazer uma última pergunta…

Como você vem agindo, buscando soluções para as manifestações e problemas que surgem ou buscando capacitação para evitar que esses problemas aconteçam e façam você experimentar mal-estar em sua vida?