Quero começar este texto fazendo uma pergunta…

Faz sentido para você a afirmação: “Tudo o que um adulto sabe e se manifesta na forma como age ou reage, este aprendeu um dia no passado? ”

Por exemplo, se hoje sabemos falar a língua portuguesa, um dia aprendemos um padrão de linguagem que hoje determina a forma como nos expressamos.

Se um dia aprendemos a andar de bicicleta ou nadar, hoje conhecemos padrões que nos permitem realizar essas atividades sem dificuldade.

De uma forma bastante simples, esta é a forma como funcionamos.

No passado aprendemos novos conhecimentos e aqueles que praticamos e transformamos em padrões incorporamos no nosso comportamento e passamos a utilizar e a repetir em nossas vidas.

Perceba que isso funciona também para outros comportamentos como “dor de cabeça, ansiedade, desânimo, baixa autoestima, timidez, dificuldade de aprendizagem, etc.”.

Tudo o que uma criança ouve quando ainda não tem conhecimento algum, será determinante no seu comportamento ou forma de agir perante as próximas situações que surgirem em suas vidas.

Daí a importância da influência dos pais na infância de seus filhos.

É muito importante que os pais cativem a confiança dos filhos, sejam amigos dos seus filhos e assim possam influenciá-los de forma positiva na formação de seus padrões de comportamento.

Pais que incentivam o filho a se expressar e motivam sua comunicação com elogios e perguntas que o levem a pensar, a explicar o que deseja, a externar seus sentimentos e anseios estará ajudando o filho a criar referências positivas relativas à sua autoestima.

Por outro lado, pais que criticam e obrigam seus filhos a seguir seus padrões, podem estar determinando padrões limitantes de comportamento que irão acompanhar toda a vida de seus filhos.

Os pais da atualidade muitas vezes influenciados por suas raízes comportamentais da infância, não percebem que o mundo mudou violentamente devido à tecnologia.

Nos últimos 30 anos, experimentamos uma violenta evolução e impõe aos pais drásticas mudanças.

É necessário se desprender de velhos conceitos antigos padrões que eram satisfatórios em suas infâncias e hoje são inadequados e antiquados.