Neste artigo, tentaremos de uma forma sucinta colocar os pontos chaves para um planejamento correto de metas, aproveitando este momento de reflexão. Alguns pontos são cruciais para a conquista das metas de final de ano, começando pela maneira que escrevemos nossas metas. A seguir temos um passo a passo simples e eficaz de escrever suas metas.

1 – Metas sempre no positivo

Muitas pessoas erram na hora de pedir, por isso nunca alcançam resultado algum. Quando estabelecemos metas com uma sentença negativa, acabamos criando a imagem mental do que não queremos, e para nosso cérebro, as imagens valem mais do que mil nãos! Por exemplo: NÃO pense em um cavalo azul com bolinhas amarelas. O que aconteceu? Pensou no cavalo? Por isso devemos escrever metas no positivo como no exemplo a seguir, em que a meta é a mesma, mas a forma de escrever é diferente:

Quero perder 20kg e chegar ao meu peso ideal.
Quero conquistar minha saúde alcançando meu peso ideal e me servir cheia de vida.

2 – Metas atingíveis

Muitas vezes colocamos metas que são muito grandes ou muito além da nossa realidade. Como um exemplo, uma pessoa que gostaria de em 2016 comprar sua primeira Ferrari. Isso seria plausível se ela tivesse uma boa renda mensal ou ganhasse a Mega da virada, pois não basta somente ter os 1.500.000,00 pra comprar o carro, é necessário também pagar o IPVA no valor de 45.000,00 reais por ano, combustível de alta qualidade e manutenções em locais especializados. Não quer dizer que você não possa ter sua Ferrari, mas sim, se em 2016 é possível e viável você ter este recurso.

3 – Metas mensuráveis

Quando não temos parâmetros de referência, fica difícil saber o progresso rumo a nossos objetivos, e muito menos se conquistamos aquilo que desejamos, observe os exemplos abaixo:

Quero perder peso este ano.
Quero diminuir consumo de cigarros.
Quero passar mais tempo com minha família.

Não há nada de errado com as metas, mas sim como elas estão escritas. Pois se esta pessoa perder 100g, fumar 1 cigarro a menos e passar 5 minutos a mais com a família em um ano, ela terá cumprido todos seus objetivos. Nosso cérebro precisa de referências para trabalhar, assim ele saberá o que fazer e quando fazer. Se ele identifica que estamos nos afastando de nossos objetivos, imediatamente ele começa a gerar soluções para voltarmos ao caminho correto.

Quero ter mais energia no meu peso ideal que é xxxx.
Quero fumar 2 cigarros a menos por dia.
Quero chegar todos os dias 30 minutos mais cedo em casa e curtir minha família.

4 – Desejos não, DECLARAÇÃO

Quando você colocar no papel seus objetivos, não coloque com sentimento de possibilidade, mas sim de CERTEZA! Ao escrever suas metas mude algumas palavras para mudar o sentido da frase.

Desejo finalmente ter minha casa própria.
Gostaria de sair com meu cônjuge.

Conquistarei minha casa própria.
Sairei no mínimo 1 vez por semana com meu cônjuge.

5 – Coloque DATA

Para que você não se pegue novamente em dezembro se questionando porque nada do que desejou, aconteceu, coloque prazo em suas metas. Quando colocamos uma data para as coisas acontecerem, saberemos quanto tempo temos e qual a melhor estratégia para alcançar cada objetivo.

Esperamos que este artigo ajude hoje a noite, quando você for escrever seus objetivos para o ano de 2016, e que este próximo ano seja recheado de paz, saúde e foco, o resto a gente conquista.

 

A chave para que tudo isso dê certo é colocar o ingrediente mágico – Ação! – Eugênio Ferrarezi